segunda-feira, 14 de agosto de 2017

TUBARÕES ASSASSINOS

título original: Raging Sharks
título brasileiro: Tubarões Assassinos
ano de lançamento: 2005
países: Bulgária / Estados Unidos
elenco principal: Corin Nemec, Todd Jensen, Vanessa Angel
direção: Danny Lerner
roteiro: Les Weldon

No ano 2000, quando 2 naves extraterrestres vão ancorar uma na outra no espaço, acontece um acidente, provocando a explosão de ambas as naves.
Com o impacto, um pedaço de uma delas é jogado pra milhões de quilômetros dali, entra na órbita da Terra e acaba caindo no Triângulo das Bermudas.
O conteúdo do aparelho extraterrestre, uma grande quantidade de cristais alaranjados, afunda perto de um laboratório submarino que fica ali...
Embora nada fora do comum aconteça ali nos 5 anos seguintes, em 2005, os funcionários do laboratório percebem que os tubarões que vivem na região sofreram algum tipo de mutação estranha: eles formaram um cardume com mais de 100 tubarões de mais de 15 raças diferentes, ficaram mais agressivos, passaram a nadar a alta velocidade, passaram a rugir como leões e (o mais espantoso de tudo) adquiriram uma certa capacidade de raciocínio!
E ficaram assim depois que comeram misteriosos cristais alaranjados que encontraram no fundo do Mar...

É impossível ler a sinopse acima e não se lembrar de Viagem Rumo ao Infinito (1966) e Abismo do Terror (1989), né? O tema é bem parecido com os desses 2 filmes.
Aliás, o personagem Harvey aqui morre basicamente da mesma forma que o Snyder de Abismo do Terror.
Mas o final de Tubarões Assassinos consegue ser bem diferente do de ambos os outros filmes.
Produzido nos Estados Unidos e filmado todo na Bulgária, ele não mostra basicamente nenhuma violência explícita nas cenas dos ataques de tubarões. Só aparece a pessoa nadando e uma boca de tubarão (visivelmente de plástico) mordendo ela. Aí a câmera treme, a água fica vermelha e cheia de bolhas e a cena acaba.
As partes em que os tubarões aparecem inteiros são visivelmente footage aproveitado de outra produção (provavelmente algum documentário).
Também não é um filme com muito ritmo. Às vezes fica uns 15 ou 20 minutos mostrando só a mesma coisa.
E por fim, tem algumas bizarrices.
Por exemplo, na última meia hora do filme, um personagem revela que é membro de um serviço secreto e tá ali pra se apossar dos cristais alaranjados... Isso não chega a ser lá uma grande surpresa, porque o cara já tinha um ar suspeito desde o início do filme. Mas o problema aí é que, quando ele se revela, ele invade a sala onde tá o resto do pessoal disparando uma metralhadora a esmo e vestido como se fosse algum vilão de seriado infantil (você tem a impressão de que os Power Rangers vão entrar ali a qualquer momento pra lutar contra ele). E todo mundo tenta enfrentar ele, mas o sujeito deve ter algum parentesco com o Jason Voorhees: não importa quantos golpes mortais ele leve (incluindo tiros e facadas), no máximo ele sai mancando e continua atacando.
O filme só inovou por introduzir extraterrestres num filme de terror de tubarões (de fato, não me lembro de nenhum outro que tenha feito isso).
Enfim, definitivamente Tubarões Assassinos não é um filme pra você ver esperando grandes coisas. Mas também não é um lixo total. Veja só pra se distrair mesmo.
Bom, clique aqui pra ver mais informações sobre o filme:


E clique aí do lado em ‘ficção científica’ que você acha posts sobre Abismo do Terror, Viagem Rumo ao Infinito e (já que eu mencionei o Jason) Sexta-Feira 13 (1980).
Até a próxima!

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

NICK CARTER

O nova-iorquino Nick Carter é mais conhecido pela carreira musical, sendo um dos Backstreet Boys. Mas antes de começar na música, ele já tinha começado a carreira de ator. E algumas das produções em que ele se envolveu ali eram de terror.
Em 1997, ele participou do clip de terror Backstreet Boys: Everybody.
No ano seguinte, o Nick apareceu em 1 capítulo do seriado Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira.
Em 2004, ele foi visto na comédia de terror Monster Island e também em Halloween Macabro.
Em 2010, o Nick foi o protagonista, diretor, roteirista e produtor executivo do curta-metragem de terror The Pendant.
Em 2016, ele foi o protagonista, roteirista e produtor executivo da comédia de terror Dead 7.
E atualmente, o Nick tá envolvido num novo filme de terror, em fase de produção. Vai se chamar Evil Blessings. Mas ainda tá longe de ter data de estreia definida.
Bom, clique aqui pra ver mais informações sobre o ator:


Até a próxima!

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

JOHNNY MASSARO

O brasileiro Johnny Massaro é mais conhecido pelas produções televisivas de que já participou (e no momento atual, pela produção recém-lançada O Filme da Minha Vida). E uma dessas produções foi uma minissérie de terror da qual ele foi o protagonista: Amorteamo (2015).
O esdrúxulo nome da série, na verdade, é um jogo de palavras. Ele forma tanto a frase “Amor, te amo” quanto a frase “A morte amo”.
Lançado inicialmente como uma minissérie de 5 capítulos, Amorteamo foi reeditado e relançado como um filme de 1 hora e 45 minutos em 2017.
De qualquer forma, a história fala sobre vários zumbis que voltaram à vida pra resolver assuntos que tinham deixado inacabados.
Bom, clique aqui pra ver mais informações sobre o Johnny:


Até a próxima!

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

O CASO DA CUNHADA GOSTOSA!

título original: O Caso da Cunhada Gostosa!
ano de lançamento: 2006
país: Brasil
elenco principal: Priscila Wolp, Roger Lemos, Ygor
direção e roteiro: Roger Lemos

O detetive particular Igor Q. Pinto ganha a vida resolvendo os casos que encontra. Mas ele é especialista em dar flagrantes em mulheres casadas que traem os maridos. E ele tem um colega que ajuda ele a fazer isso, chamado Roger.
Mestre do disfarce, o Roger se fantasia como os amantes das mulheres que o Igor tá investigando e transa com elas num lugar onde o Igor consiga fotografar. E elas não desconfiam de nada, pois pensam que tão transando com os amantes de verdade.
Mas agora o detetive tem um caso diferente pra resolver: a cunhada dele cismou que quer transar com ele. E ela manda o endereço de um motel onde tá esperando por ele.
O Igor fica na dúvida se deve ou não aceitar. E começa a conversar com o Roger sobre o assunto, sem perceber que o outro tá de olho no papel onde o endereço tá escrito...

Obviamente O Caso da Cunhada Gostosa! é uma sátira dos filmes de detetives particulares. É uma comédia mesmo, pra você rir e se divertir. Só isso.
Mas as cenas de sexo são de verdade.
Bom, o Roger Lemos foi não só o diretor e roteirista do filme, como também fez parte do elenco... Pra quem não conhece o Roger, ele gosta de entrar no meio da farra nos filmes que ele dirige.rs
Outro filme dirigido por ele que eu já indiquei aqui foi Orgias no Convento (2003).
Bom, clique aqui pra ver mais informações sobre O Caso da Cunhada Gostosa!:


E dê uma clicada aí do lado em ‘produções brasileiras’ que você acha o post sobre Orgias no Convento.
Até a próxima!

sábado, 5 de agosto de 2017

ANTHONY HARDWOOD

O húngaro Anthony Hardwood (também creditado algumas vezes como Anthony Hardbody, Ian, Elmeri e Marko Nagy) tem se dedicado há mais de 20 anos à carreira de ator pornô. E entre as várias produções de que já participou, 2 foram filmes de terror.
Na verdade a estreia dele na área foi num filme de terror pornô: Vampire of Budapest (1995).
E em 2005, o Anthony apareceu em New Devil in Miss Jones, uma das continuações do clássico O Diabo na Carne de Miss Jones (1973).
Bom, clique no link abaixo pra ver mais informações sobre o ator:









Até a próxima!