sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

COMANDO ESTELAR FLASHMAN



título original: Choshinsei Furasshuman
título brasileiro: Comando Estelar Flashman
ano de lançamento: 1986
país: Japão
elenco principal: Kihachiro Uemura, Mayumi Yoshida, Touta Tarumi, Yasuhiro Ishiwata, Youko Nakamura
direção: Minoru Yamada
roteiro: Hirohisa Soda e Toshiki Inoue

“Um dia, 5 crianças foram raptadas da Terra e levadas para os confins do Universo. E após 20 anos...”

Quem foi criança ou adolescente no Brasil na virada dos anos 80 pros 90 muito provavelmente já ouviu essa frase, na voz do hoje falecido narrador Francisco Borges, toda vez que passava a abertura de Comando Estelar Flashman, um dos programas de maior audiência exibidos pela extinta Rede Manchete na época.
Flashman é provavelmente o 2º sentai mais popular já exibido no Brasil. Parece que só perde pra Esquadrão Relâmpago Changeman (1985). E foi exatamente pra pegar carona na fama desse último que a Manchete viu com bons olhos a exibição de Flashman.
Bom, a frase que iniciava a abertura do seriado já explica em grande parte o tema da história: em 1966, 5 crianças recém-nascidas foram abduzidas do Japão por caçadores espaciais e levadas pra partes distantes da galáxia por ordem do Império Mess (a quadrilha de vilões espaciais da vez). Mas, devido a um acidente na nave dos caçadores, as crianças foram ejetadas e caíram no exótico Planeta Flash, sendo acolhidas e criadas pelos habitantes de lá... Só que, passados 20 anos, eles ficam sabendo que Mess pretende atacar e dominar a Terra. E aí, agora transformados em 5 jovens guerreiros e munidos com as armas e poderes que adquiriram no Planeta Flash, eles decidem voltar pra cá e impedir que isso aconteça. Pois é: eles é que são o Comando Estelar Flashman.rs
É claro que, além de proteger a Terra, eles têm outro objetivo: encontrar as famílias das quais foram separados há 20 anos. Mas isso só 1 deles vai conseguir fazer...
Quanto ao núcleo dos vilões, o problema principal foi o excesso de personagens: 14 vilões fixos apareceram aqui! E isso, é claro, impediu que a maioria se destacasse ao longo da história e deixou vários personagens mal aproveitados. Por exemplo, tem um vilão chamado Medusan que tem 2 formas: uma de monstro gigante; outra de mini-monstro. Isso podia ser muito bem trabalhado, né? Mas esse personagem só aparece nas cenas em que o monstro do capítulo morre e ressuscita em tamanho gigante (cena corriqueira em sentais, né?rs).
Outra particularidade aqui é que, embora Flashman tenha começado com um clima de comédia, a história foi ficando cada vez mais dramática conforme o seriado foi avançando. O último capítulo, então, é quase uma tragédia!
As cenas de luta e ação são muito boas. Então, Flashman vai agradar a quem gosta de sentais e seriados de aventura e ficção científica em geral.
Clique aqui pra ver mais informações sobre o seriado:


E clique aí do lado em ‘seriados’ que você acha um post sobre Changeman.
Até a próxima!

9 comentários:

Marcelo C,M disse...

Eu sou um dos muitos que acompanharam essa série na época e realmente é muito boa.Mas como vc falou: a série começou bem para o lado do humor (para não dizer boba) e termina de uma forma triste, corajosa e inesquecível.
Atualmente ela passa de vez em quando nos finais de semana no canal Ulbra TV.

Gilberto Carlos disse...

Claro que a série Power Rangers foi descaradamente copiada do Flashman. Pena que na época eu não tinha acesso à TV Manchete. Abraços.

Bússola do Terror disse...

Marcelo→ É mesmo?! Eu não sabia que tava sendo reexibida! Legal!

Gilberto→ Power Rangers na verdade foi TODO inspirado em sentais. Cada temporada de Power Rangers é um remake de um sentai japonês. Eles chegam até a aproveitar algumas cenas do original como footage.
Bom, naquela época, acho que a Manchete realmente não era transmitida pra todos os Estados do Brasil. Mas, de acordo com o site J-Box, ´´a Focus Filmes anunciou o lançamento da série em DVD para breve.`` Tomara que lancem mesmo, né?
Abraços também.

Hugo disse...

Sou um pouco mais velho, eu assistia "Ultraman", "Ultraseven" e "Spectroman".

Abraço

Janice Adja disse...

Neste período eu não tinha Tv em casa. Passei sem conhecer.
beijos!!

Janice Adja disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Bússola do Terror disse...

Hugo→ Eu também cheguei a ver Ultraman e Spectreman (eu já tô no final da casa dos 30 rsrs).
Bom, tem posts aqui no blog sobre eles também. Dê uma cliacada aí do lado em ´produções japonesas` que você acha.
Abraço também!

Janice→ Bom, como eu disse ao Gilberto, parece que Flashman vai ser lançado em DVD. Eu até tenho vontade de comprar esse e outros seriados japoneses da época, como Jaspion, Changeman e tal. Mas isso é se a caixa do DVD tiver a um preço que valha a pena, é claro, né?rs
Beijo também!

renatocinema disse...

Tive infância nesse período......mas, não gosto da cultura oriental. kkk

abs

Bússola do Terror disse...

Bom, nada agrada a todos.
Abraços também!