quarta-feira, 7 de agosto de 2013

O MAIS ADEQUADO É FALAR “FILME DE HORROR” OU “FILME DE TERROR”?

Acredito que não seja novidade pra ninguém o uso das expressões “filme de horror” e “filme de terror” quando vemos uma produção com uma história que gira em torno de algum tipo de criatura monstruosa e/ou assustadora que provoca (ou tenta provocar) algum tipo de destruição entre os heróis da história.
Apesar de todas as divisões e subdivisões desse gênero, todas as produções dele se enquadram no que eu descrevi acima, né?
Mas o que eu tô querendo discutir aqui é o nome que se dá a esse gênero: eles são “filmes de horror” ou “filmes de terror”?
Já vou avisando desde o início que não existe uma resposta muito objetiva pra essa pergunta. Mas, seguindo algumas tendências, dá pra chegar a algumas conclusões.
Em 1º lugar, os dicionários em geral registram as palavras ‘horror’ e ‘terror’ como sinônimas uma da outra. Então, se existe uma diferença entre os 2 termos, ele é mais linguístico do que gramatical, ou seja, a variação que existe é no uso, e não no significado.
A palavra ‘horror’ é bastante usada pra definir aversão ou rejeição a alguma coisa, mas não necessariamente medo de alguma coisa.

“Eu tenho HORROR a esse perfume!”

Uma pessoa que fala isso tá querendo dizer que ela tem medo desse perfume? Óbvio que não. Ela tem uma rejeição por esse perfume.
Em compensação, ninguém fala:

“Eu tenho TERROR a esse perfume!”

A frase fica até meio sem sentido, né?
Aí é que tá: diferente da palavra ‘horror’, a palavra ‘terror’ é usada sempre pra fazer referência a algo aterrorizante. Enquanto a palavra ‘horror’ pode ser usada com outros sentidos, a palavra ‘terror’ parece ser usada especialmente pra definir algo feito pra assustar, pra provocar medo e situações adjacentes.
Como o gênero de filme do qual tamos falando pretende exatamente assustar, provocar medo e correlatos, me parece que o termo mais adequado pra se usar é “filme de terror”.
Claro que eu não tô aqui batendo o martelo e distribuindo veredictos de “Falar desse jeito é certo!” e “Falar daquele jeito é errado!”. Só tô falando do que parece que faz mais sentido.
E a expressão “filme de horror” talvez tenha vindo mais da influência de outras línguas. Afinal, em Inglês é “horror film”, em Espanhol é “película de horror”, em Italiano é “film dell’orrore”, em Francês é “film d’horreur”... Então, a palavra ‘horror’ acabou ficando associada a essas produções.
Mas, pelo menos em Português, acho que a expressão “filme de terror” é melhor.

Bom, até a próxima!

10 comentários:

Marcelo C,M disse...

Interessante que nunca parei para pensar sobre isso.

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
ecos
de
la
tarde
callada
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION
BUSSOLA DO TERROR

CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE ZOMBIS,EXCALIBUR MASTER AND COMMANDER, LEYENDAS DE PASIÓN, BAILANDO CON LOBOS, ...

José
Ramón...

Hugo disse...

Como palpite, se tivesse de fazer uma divisão entre filmes de horror e terror, acredito que horror seriam aqueles repletos de sangue, como "O Albergue" e "Holocausto Canibal" por exemplo. São filmes em que as cenas causam horror.

Terror se encaixaria melhor em filmes que exploram o susto e também a violência nem tão explícita, como a série "Pânico" por exemplo.

Abraço

Bússola do Terror disse...

Marcelo→ Há alguns meses atrás, vi um questionamento sobre isso num outro site. E aí pensei em fazer um post alternativo aqui mencionando essa questão da nomenclatura.

José→ Gracias. Tu blog Horas Rotas también ya está agregado aquí en mi lista de enlaces.

Hugo→ Bom, como eu disse, a resposta pra essa questão não tem nada objetiva. Eu já vi definições bem diferentes da que eu dei pra estabelecer a diferença entre filme de horror e filme de terror.
Mas isso que você mencionou aí eu geralmente vejo classificado como ´´filmes extremos``. São filmes em que o terror se limita à violência gratuita, como o polêmico Serbian Film (2010), que quase trouxe de volta a censura ao Brasil.
Eu, particularmente, não curto muito ESSE tipo de terror. Mas ele tem seus fãs, né?
Abraço também!

Gilberto Carlos disse...

Também sempre fiquei em dúvida se usava a expressão filme de horror ou de terror, mas sempre usei a expressão terror. Abraços.

Bússola do Terror disse...

Eu também sempre falei mais filmes de terror, desde criança.
Abraços também!

Marcelo keiser disse...

Em geral eu sempre usei a expressão filme de terror para quase todos os filmes em questão. Mas na minha opinião, numa aplicação mais específica e revisional, minha opinião de certo modo fecha com a do Hugo. Mas nunca me policiei muito sobre isso, apesar de já ter notado que deveria haver certas diferenças em vista disso. Sites profissionais, distribuidoras de vídeo, nunca entram num consenso e por isso eu ACHAVA que era tudo a mesma coisa. Pelo visto não!

Vivendo e aprendendo... abraço!

Bússola do Terror disse...

Curiosamente, até nas poucas locadoras que ainda existem até hoje, ainda se vê a palavra HORROR escrita na estante onde ficam os filmes de terror.
Na verdade, acho que nunca se deu muita importância a essa nomenclatura.
Abraço também!

Rato disse...

Entre "HORROR" e "TERROR" julgo que o último é mais adequado na língua portuguesa. No entanto existem filmes que fogem um pouco a esse espartilho (de "meter medo") mas que igualmente tratam de fenómenos que estão para lá da racionalidade humana (poderes paranormais, viagens no tempo, e outros). Para esses existe outra designação genérica que se costuma usar e de que eu gosto particularmente: O CINEMA DO FANTÁSTICO. É mais abrangente e nele também se poderá incluir o chamado cinema de TERROR.

BONS SUSTOS!

Bússola do Terror disse...

Ah, com certeza.
Mas dentro da definição de ´fantástico` entram TODOS os gêneros que não sejam voltados especificamente pro realismo, né?
Bons sustos também!rs