segunda-feira, 6 de julho de 2015

DIA DOS NAMORADOS MACABRO

título original: My Bloody Valentine
título brasileiro: Dia dos Namorados Macabro
ano de lançamento: 1981
país: Canadá
elenco principal: Lori Hallier, Neil Affleck, Paul Kelman
direção: George Mihalka
roteiro: John Beaird e Stephen A. Miller

No Valentine’s Day de 1961, quase todos os habitantes da pequena cidade de Valentine Bluff se divertiam no baile pra comemorar o evento.
Os únicos que tinham ficado de fora eram 5 mineiros e 2 supervisores que trabalhavam na mina da cidade. Mas esses 2 últimos, ansiosos por ir à festa, resolveram sair sem esperar que os mineiros subissem. E não viram quando, logo depois, uma explosão de gás prendeu os 5 homens no subterrâneo!
Depois de semanas de escavações, os habitantes da cidade encontraram 1 único sobrevivente, chamado Harry Warden, que tinha ficado completamente louco devido ao que tinha passado nos últimos dias: pra sobreviver, ele teve que comer os cadáveres dos colegas e beber a água que escorria pelas paredes da mina.
Levado a um hospício, ele fugiu na véspera do Valentine’s Day do ano seguinte, vestiu seu antigo uniforme de mineiro e matou os 2 supervisores responsáveis pela tragédia.
E junto dos restos mortais deles, ele deixou mensagens, proibindo que o mesmo tipo de festa fosse realizado em Valentine Bluff. De outro modo, ele faria algo pior do que tinha feito com os supervisores!

No início dos anos 80, todos os jovens habitantes de Valentine Bluff já ouviram essa história, mas acham que é só uma lenda local.
Já os mais velhos se lembram bem de como tudo isso aconteceu. E por isso, não voltaram a comemorar o Valentine’s Day, só tendo coragem de voltar a fazer isso em 1981, concluindo que o perigo já tinha passado depois de 20 anos.
Ledo engano: enquanto preparam a festa, o prefeito e o chefe de polícia não demoram a esbarrar com um coração humano estripado e com uma velha amiga deles brutalmente assassinada. E em ambos os casos, encontraram ameaças, voltando a proibir a comemoração do Valentine’s Day na cidade.
Obviamente, eles são forçados a cancelar a festa depois disso. Mas os jovens da cidade, sem saberem de nada dos últimos acontecimentos, resolvem fazer uma festa particular... Que vai ser interrompida por um misterioso assassino vestindo um uniforme de mineiro!
Bom, Dia dos Namorados Macabro é literalmente o que chamam de “cult”: no Canadá, ninguém deu muita importância ao filme na época em que foi lançado; anos depois, a coisa adquiriu uma quantidade razoável de fãs.
É um filme que aposta bastante no suspense. Principalmente em relação à identidade do assassino (só vemos exatamente quem ele é lá pelos últimos 5 minutos de filme e a revelação realmente surpreende).
Dia dos Namorados Macabro também dá uns bons sustos em quem tá vendo pela 1ª vez.
Aventura a gente vê mais na 2ª metade do filme (principalmente quando já tá chegando no final).
O problema técnico principal que Dia dos Namorados Macabro encontrou foi o excesso de cortes na edição original: como o filme teve muitas cenas excessivamente violentas (pros padrões da época), o diretor censurou várias delas, com medo do filme ser classificado pra 18 anos e, consequentemente, ficar com um público reduzido nos cinemas.
2009 foi um ano importante pra esse filme: não só foi lançado um remake dele como também foi lançada uma nova edição da versão de 1981 com várias das cenas que faltavam.
Clique aqui pra ver mais informações sobre Dia dos Namorados Macabro:


Até a próxima!

2 comentários: