segunda-feira, 29 de julho de 2013

CONTAGEM DE CADÁVERES



título original: Camping del Terrore
título brasileiro: Contagem de Cadáveres
ano de lançamento: 1986
países: Estados Unidos / Itália
elenco principal: Charles Napier, Luisa Maneri, Nicola Farron
direção: Ruggero Deodato
roteiro: Alessandro Capone, Dardano Sacchetti, Luca D’Alisera e Sheila Goldberg

Bom, temos aqui mais uma produção de terror ítalo-estadunidense: Contagem de Cadáveres foi todo gravado numa floresta de Abruzzo, na Itália, e mais ou menos metade dos atores são italianos; mas a história se passa nos Estados Unidos e a outra metade dos atores são de lá.rs
Como é um slasher, só preciso dar uma palhinha do roteiro:

No lugar onde hoje fica um camping, numa floresta do interior dos Estados Unidos, 2 rapazes e 2 moças foram assassinados misteriosamente em 1971, provocando o fechamento do lugar. Mas, mesmo assim, 2 grupos de pós-adolescentes (um com 2 rapazes e 3 moças e outro com 2 rapazes e 1 moça) tão se dirigindo pra lá pra acampar...

Daí pra frente vocês já sabem como segue, né?rs
Mas o que é mais chato em Contagem de Cadáveres é que nunca é explicado quem ou o quê é o vilão.
Uma lenda local diz que o espírito de um xamã que protegia a tribo de índios que viviam naquela floresta ainda aparece ali, furioso com a violação do seu lugar sagrado (de acordo com a lenda, o tal camping foi construído exatamente em cima do cemitério da tribo). Então, fica uma suposição de que o vilão é um ser sobrenatural.
Ao mesmo tempo, desde os primeiros minutos do filme até a última cena, são feitas várias insinuações de que o xamã é o personagem Charlie disfarçado. E pode até ser, é claro. Mas isso também nunca fica claro: o filme não tem nenhuma cena com o Charlie declarando que é o xamã, não tem nenhuma cena que mostra ele se fantasiando de xamã, não tem nenhuma cena com outro personagem arrancando a máscara do xamã e mostrando que ele é o Charlie disfarçado...
Outra coisa que atrapalhou foi o excesso de personagens... Bom, excesso de personagens atrapalha sempre, né? Porque aí a maioria sempre acaba virando figurante pra poder os personagens principais aparecerem. Mas o problema aqui é que o diretor quis se focar em TODOS os personagens ao mesmo tempo. E como são muitos, nenhum acaba aparecendo direito.
Até mesmo os poucos heróis que sobrevivem ao massacre no final ficam sumidos durante o filme quase todo, só passando a aparecer mais já nos últimos minutos do filme.
No mais, Contagem de Cadáveres cumpre as expectativas: tem as cenas aterrorizantes que tem que ter, dá os sustos no público que tem que dar e tem a dose de aventura que cabe num filme desse tipo.
Clique aqui pra ver mais informações sobre o filme:


Até a próxima!

2 comentários:

HELL BUSINESS disse...

Olá. Acho que teve uma transmissão de pensamentos, rsrsrsrs. Concordo, apesar de todos os clichês, 'Contagem de Cadáveres' cumpre bem o seu papel para os fãs do gênero. Abraço.

Bússola do Terror disse...

Isso aí.
Abraço também!