segunda-feira, 8 de julho de 2013

HALLOWEEN / A NOITE DO TERROR / O DIA DAS BRUXAS



título original: Halloween
títulos brasileiros: Halloween / A Noite do Terror / O Dia das Bruxas
ano de lançamento: 1978
país: Estados Unidos
elenco principal: Donald Pleasence, Jamie Lee Curtis, Tony Moran
direção: John Carpenter
roteiro: Debra Hill e John Carpenter

Quem foi o 1º grande vilão de slashers que seguiu o estilo ‘imortal & mascarado’?

Faça essa pergunta a um entusiasta de filmes de terror, mas que não chega a ser um fã de filmes de terror especialista no assunto, e a resposta provavelmente vai ser “Jason Voorhees”. Mas faça a mesma pergunta a quem é fã MESMO desse tipo de filme e a resposta vai ser “Michael Myers”.
O equivoco é bastante compreensível, já que a imagem do Jason foi muito mais massificada na memória das pessoas do que a imagem do Michael (principalmente nos anos 80, quando o Jason apareceu em 8 filmes e o Michael só apareceu em 3). Mas enquanto o Jason só foi mencionado pela 1ª vez no filme Sexta-Feira 13, em 1980 (e mesmo assim ele em pessoa só apareceria num filme lançado no ano seguinte), o Michael já tinha aparecido em 1978, no filme Halloween.
Esse filme foi lançado no Brasil com o título original, mas era exibido pelo SBT com o título de O Dia das Bruxas e saiu em DVD com o título de A Noite do Terror. E foi o 1º de uma série cinematográfica que trazia uma história com bem mais consistência do que Sexta-Feira 13.
Talvez o Jason também tenha chamado mais atenção por ter uma aparência e um comportamento bem mais brutais: enquanto ele é uma máquina de matar que massacra qualquer coisa que se mexa na frente dele, o Michael, pelo menos nas suas primeiras aparições, tem como objetivo definido matar a heroína Laurie e os amigos dela, mas ele não tá nem aí pro resto da Humanidade.
É bom lembrar que o 3º filme da série Halloween (1982) conta uma história completamente independente de todo o resto, com outros personagens e outro tema.
O 2º, o 4º, o 5º e o 6º filmes da série (lançados respectivamente em 1981, 1988, 1989 e 1995) continuam a história do 1º filme. Mas, na época do 6º filme, dava pra ver que o rumo que a história tinha tomado não tava agradando nem ao público nem à crítica. Então, mudanças eram necessárias...
Como a história já tinha se tornado complexa demais pra mudar a partir dali, o jeito foi abandonar tudo o que tinha sido mostrado do 3º filme pra frente e criar uma nova versão da história, inspirada só nos 2 primeiros filmes.
Assim, o 7º filme da série (1998) foi lançado, chegando a ter até uma continuação (2002), que encerra a série. E sabem que esses 2 últimos filmes realmente ficaram mais legais do que aqueles que foram ignorados?rs
Aliás, sejamos francos: esse último filme é um plágio escancarado de Noite Infernal (1981), só que adaptado ao século XXI. Vejam esse roteiro:

Um grupo de jovens vão passar a madrugada numa casa abandonada na noite em que tão se completando 35 anos que uma garota foi assassinada ali. E alguns amigos deles colocaram uma série de sacanagens espalhadas pela casa pra dar sustos neles ao longo da madrugada toda. Até que um assassino de verdade, que era um antigo morador da casa, começa a matar 1 por 1 dos jovens...

É quase o roteiro exato de Noite Infernal, né? Mas eu tô falando do 8º filme da série Halloween.
Bom, uma nova versão do filme de 1978 também foi lançada (2007), sendo seguida pouco depois por uma continuação (2009).
Clique aqui pra ver mais informações sobre o filme de 1978:


E clique aí do lado em ‘slashers’ que você acha posts sobre Sexta-Feira 13 e Noite Infernal.
Até mais!

6 comentários:

Alan Raspante disse...

Acredita que eu ainda não vi... Pois, é!

Marcelo C,M disse...

Para mim o grande problema dessas series de terror cinematográficas é se alongarem demais. Sexta feira 13 por exemplo poderia ter se encerrado muito bem no quarto filme.

Bússola do Terror disse...

Alan→ Das séries famosas de terror essa foi uma das que eu demorei mais a ver.
Esse 1º filme eu só vi pela 1ª vez há uns 5 anos.

Marcelo→ Mas Sexta-Feira 13 foi até uma exceção, né? Eu não me lembro de nenhuma outra série desse tipo que tenha lançado tantos filmes seguidos em tão pouco tempo (foram 8 filmes entre 1980 e 1989!).
Deve ser por isso que a história ficou tão superficial: não tinham tempo de escrever um roteiro mais consistente, já que era feito um filme atrás do outro.

HELL BUSINESS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
HELL BUSINESS disse...

Olá. É isso mesmo, grande parte do público acha que o primeiro grande vilão de slashers norte-americanos ‘imortal e mascarado’ é o Jason. Sou fã do John Carpenter, só pelos excelentes 'Eles Vivem (1988)' e 'O Enigma do Outro Mundo (1981)' já merece o total respeito. Acho que ele é até pouco reconhecido tamanha a sua genialidade no cinema. Ele disse uma vez em uma entrevista que a intenção inicial era de lançar apenas uma continuação para o Halloween e na minha opinião era o correto, mas sabe como é a pressão dos estúdios. Abraço.

Bússola do Terror disse...

O Enigma do Outro Mundo até hoje é um filme que assusta, né?
Também acho o John Carpenter um ícone do Cinema de Terror.
Quanto ao 3º filme de Halloween, acho que foi por isso que você disse que eles acabaram correndo pra outra história, né? Afinal, o Halloween III tem 0% a ver com os demais filmes, que são todos relacionados com o Michael. Nem sequer mencionam nenhum personagem dos outros filmes da série.
Abraço também.